A “DESENTUPIDORA CURITIBA”, traz até você 8 dicas para otimizar a operação da coleta, transporte e tratamento do chorume

Como agente poluente, o chorume – líquido resultante do processo de decomposição dos resíduos orgânicos – pode causar sérios danos ao meio ambiente, por ser altamente contaminante.

"Desentupidora em Curitiba

8 dicas para otimizar a operação da coleta, transporte e tratamento do chorume

 

Gerados em aterros sanitários, é de extrema importância que receba o tratamento adequado antes de ser devolvido ao meio ambiente. Entretanto, seu manejo é de alta complexidade.

 

O processo biológico é a técnica mais comumente aplicada no tratamento do chorume e se assemelha à utilizada no tratamento de esgotos. Mas para realizar o processo há necessidade de uma Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) e o tratamento pode ser:

 

Onsite – quando o sistema de tratamento é construído no próprio aterro – ou Off-site – quando há a terceirização do serviço e o chorume é encaminhado para uma estação de tratamento fora da área do aterro.

É importante compreender algumas informações para otimizar a operação da coleta, transporte e tratamento do chorume. Confira!

 

  1. É imprescindível que o aterro esteja em conformidade com todas as licenças ambientais: autorizações do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) e do órgão regulador do seu Estado; INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial); entre outros órgãos de fiscalização ambiental.
  1. Em caso do tratamento off-site, é preciso autorização para destinar e tratar o chorume. O transporte e tratamento do material exige autorização prévia do órgão ambiental responsável pela sua região. No Estado de São Paulo, o CADRI é o documento que autoriza o aterro a destinar o chorume para a empresa responsável pelo tratamento e disposição final.
  1. A coleta adequada do chorume deve ser feita pela remoção na base do aterro, onde o líquido será coletado em lagos por meio de drenos.

  1. Para a logística do transporte do chorume, no caso do tratamento off-site, a distância a ser percorrida até a unidade de destinação precisa ser bem avaliada, pois o custo de transporte é proporcional ao deslocamento. Também devem ser avaliados outros fatores que influenciam na logística, como percurso com trânsito, tempo de locomoção, restrição de horários de circulação de caminhões etc.
  1. O transporte correto do chorume merece muita atenção. Após ser coletado, ele necessita ser transportado em veículos apropriados. Todas as medidas de segurança estabelecidas devem ser consideradas e os caminhões também precisam dispor de equipamentos específicos para portar o efluente. Outro ponto importante: a capacidade do veículo deve ser coerente com a quantidade do chorume a ser transportado.
  1. Para garantir a segurança e a certificação pelo envio do efluente para tratamento, um sistema de monitoramento se faz necessário. Um exemplo é o SISREM (Sistema de Remessas de Esgoto), uma prática ferramenta online que relaciona todas as cargas recebidas, auxiliando no processo e permitindo obter todas as informações necessárias sobre o material destinado ao tratamento.
  1. A escolha da melhor forma de tratamento onsite e off-site deve ser definida pela avaliação de profissionais especializados. É aconselhável considerar que, no sistema onsite, há a necessidade da construção de um sistema in loco, com recursos próprios da empresa, que também será a responsável por todos os procedimentos relacionados ao tratamento do efluente, incluindo equipamentos e mão de obra especializada.
  1. Cuidados também devem ser tomados na escolha de uma empresa terceirizada para fazer o tratamento off-site. Apesar de a terceirizada ter a maior parte da responsabilidade por todo o processo da coleta à destinação final, qualquer dano ambiental causado pelo tratamento ou descarte inadequados do chorume, as duas partes serão penalizadas, conforme determina a legislação em vigor.

Para isso, é importante verificar as documentações legais da contratada, realizar visitas técnicas e ter conhecimento de todas as etapas do processo.

Apesar de básicas e simples, essas dicas, quando não cumpridas, podem comprometer o sucesso do andamento dos processos que envolvem o tratamento e a destinação final do chorume. Por isso, estude-as com calma e atente-se para tomar a melhor decisão!

Fonte: www.teraambiental.com.br

Conheça também : “Desentupidora Curitiba Ecológica

Desentupidora Curitiba 24HR WhatsApp Chat
Enviar via WhatsApp